A história por trás do Hino Nacional Brasileiro | Musixe.com

NOSSO BLOG

Conteúdo Musical de Verdade

A história por trás do Hino Nacional Brasileiro

A História por Trás do Hino Nacional Brasileiro e Outros Ícones Nacionais

O Hino Nacional Brasileiro é uma das mais marcantes manifestações culturais do Brasil. Sua composição remonta ao período imperial e é entrelaçada com outros símbolos nacionais que representam a identidade e a história do país. Celebrado em 13 de abril, o Dia do Hino Nacional é uma ocasião para refletir sobre os valores e ideais expressos no hino, bem como para promover o amor e o respeito pela pátria.

Composto por Francisco Manuel da Silva em 1822, no contexto da independência do Brasil. Inicialmente, a música foi escrita para ser um hino instrumental, sem letra. A letra do hino foi adicionada mais tarde, em 1909, por Joaquim Osório Duque-Estrada, inspirada pela época da Proclamação da República e com forte apelo patriótico.

O trecho “Ouviram do Ipiranga as margens plácidas” faz referência ao local onde Dom Pedro I proclamou a independência do Brasil, em 7 de setembro de 1822. Quando ele proferiu a famosa frase “Independência ou Morte” durante o episódio da proclamação da independência, ele estava expressando seu compromisso inabalável com a causa da autonomia do Brasil em relação a Portugal. Essa declaração resumia a determinação e a disposição de Dom Pedro em alcançar a independência, mesmo que isso significasse lutar até a morte pela liberdade do país.

“Se o penhor dessa igualdade” representa o compromisso com a igualdade entre os brasileiros, enquanto “Gigante pela própria natureza” exalta a grandeza e a diversidade do Brasil.

O Hino Nacional Brasileiro foi composto por Francisco Manuel da Silva e sua letra é de autoria de Joaquim Osório Duque-Estrada.

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da Pátria nesse instante.
Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!
Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Brasil, um sonho intenso, um raio vívido,
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandece.
Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.
Terra adorada
Entre outras mil
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!
Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!
Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores,
“Nossos bosques têm mais vida”,
“Nossa vida” no teu seio “mais amores”.
Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula

Paz no futuro e glória no passado.
Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.
Terra adorada

Entre outras mil
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

O Hino Nacional Brasileiro e os demais ícones nacionais são elementos fundamentais na construção da identidade e da história do Brasil. Eles representam a luta pela independência, a diversidade cultural e a união do povo brasileiro. Celebrar o Dia do Hino Nacional é uma oportunidade para honrar esses símbolos e fortalecer o sentimento de orgulho e pertencimento à nação.

E aí, o que você achou?

Você também pode gostar

-50%

Todas as Aulas da Musixe

por apenas:

R$19,99

em até 12 vezes no plano Anual.
Total do plano: R$ 239,88